Árvores em vasos: detalhes a ter em mente

Cultivar árvores em vasos é ideal para pequenos jardins ou onde o espaço é limitado, como num pátio ou terraço. Neste post farei um pequeno resume de certos detalhes a ter em conta na hora de tomar a decisão. No entanto, pode completar a informação com as dicas deste site.

Escolhendo o vaso adequado

Em primeiro, comece por escolher o vaso que se adequa ao estilo do seu jardim. Tenha em atenção o tamanho, pois deve ser o grande suficiente para abrigar a raiz da sua árvore. Assim como, deve certificar-se de que o recipiente tem abundância de orifícios de drenagem. Não coloque uma pequena árvore num vaso muito grande ou vice-versa. Caso esteja interessado em ter um bonsai, pode ver o vaso indicado para esta planta aqui.

Vaso de terracota à prova de gelo são pesadas, proporcionando estabilidade extra para evitar que as árvores sopram em condições ventosas. No entanto, a porosidade destes potes significa que o composto seca rapidamente e o peso torna difícil mover-se. Plástico de peso mais leve é uma boa escolha se você precisa mover plantas ao redor e eles são bons em retenção de humidade. Metal, madeira e pedra potes também estão disponíveis.

arvore em recipiente

Cuidados posteriores das árvores em vasos

As árvores em vasos secarão muito mais rapidamente do que aquelas que crescem na terra e necessitarão molhar regular. Muitas vezes a folhagem pendente das plantas em vasos protege o composto contra a chuva. Mantenha o composto húmido, mas não molhado, em todos os momentos, mesmo durante o inverno, quando o composto pode secar rapidamente com o vento.

Dar às árvores um impulso, refrescando a camada superior do composto anualmente na mola. Raspe cuidadosamente cerca de 5 cm de composto da superfície e substitua por composto fresco – misture em alguns grânulos de fertilizantes de libertação controlada.

Em jardins expostos, as plantas em recipientes terão de proteger durante o inverno como as raízes que crescem perto das bordas são vulneráveis a temperaturas de congelamento. Enrole o recipiente com plástico de bolha, segura firmemente no lugar com fio.

Embora o crescimento de uma árvore em um recipiente irá restringir seu tamanho, você é melhor evitar árvores de crescimento rápido, grande ou vigoroso, como eles acabarão por começar a lutar pelo espaço.

 


Bordos japoneses: conselhos e notas

Os bordos japoneses, Acer Palmatum,  são árvores elegantes, caducifólias, com uma cor de outono e com folhas bonitas que podem ser dissecada profundamente. Muitos acers crescem extremamente lentamente e são perfeitos em um jardim menor, crescido em grandes vasos.

Notas de cultivo

Acer palmatum é uma pequena árvore decídua, que tem sido cultivada por mais de trezentos anos no Japão. Às vezes chamado de maple de montanha é encontrado em altitudes de até 1.100m (3.600 pés). É igualmente indígena às áreas arborizadas em Coreia e China e tão distante para o sul como Formosa. A espécie pode atingir alturas de 8-9m (26-30 pés) em cinquenta anos, dependendo das condições de crescimento, mas a maioria das cultivares são pequenas árvores de crescimento lento.

Se o seu solo é ligeiramente ácido, arenoso, bem drenado limo com uma boa quantidade de matéria orgânica, então você tem as condições perfeitas para crescer maples japoneses. Não se preocupe se você não tiver; A maioria pode ser cultivada em outros solos. Contudo, não toleram condições húmidas, secas ou muito alcalinas.

Os bordos japoneses crescerão melhor em uma posição abrigada. As cultivares de folhas vermelhas e roxas precisam de algum sol para desenvolver completamente suas tonalidades escuras. Os bordos japoneses variados necessitam a máscara parcial impedir que o sol da tarde dê diretamente nas folhas. A maioria dos acers têm sistemas de raízes fibrosas superficiais que se ressentem da concorrência de outras plantas, por isso certifique-se de que não estão muito lotados.

bordos do japão

Crescimento em recipientes

Os maples japoneses são plantas ideais para crescer em recipientes. Plante-as num composto de argila, que permitirá uma boa drenagem e terá uma alta percentagem de matéria orgânica. Deve manter o composto uniformemente húmido, mas não molhado. Assim como, dever ser alimentado na primavera e início do verão com um fertilizante de liberação lenta ou líquido de alimentação. Um impornate detalhe a ter em considerção é que este precisará de ser colocados num recipiente ligeiramente maior cada par de anos. Abril ou setembro são meses ideais para fazer isso.

Poda e treinamento

Acer palmatum é melhor podada quando totalmente adormecida (novembro a janeiro), como maples sangram seiva de poda cortes em outros momentos, enfraquecendo a árvore. No entanto, a poda ainda é melhor mantida a um mínimo como a forma mais graciosa vem de uma árvore que tem sido autorizado a desenvolver bastante naturalmente. Como resultado, basta remover mal colocados ou cruzamento tiros para incentivar uma boa estrutura de ramos para formar.

Onde você precisa reduzir a altura e a largura, siga ramos longos de volta para um ramo lateral e poda-lo para fora neste momento. Isto não é necessário em árvores prostradas porque elas devem ser permitidas se espalharem naturalmente para obter o melhor efeito.

Propagação dos Bordos Japoneses

Os bordos japoneses podem ser propagados a partir de estacas de madeira mole ou de sementes. As cultivares nomeadas são improváveis vir verdadeiro de semente mas podem resultar em algumas mudas interessantes.


Árvores para jardins pequenos: dicas e conselhos

Há uma grande variedade de árvores disponíveis para jardins grandes e pequenos. Você pode encontrar árvores de todas as formas e tamanhos. No entanto, dado que muitos de nós temos espaço limitado, torna-se importante que as árvores escolhidas sejam adequadas tanto para o ambiente, como em termos de proporção e para o seu valor decorativo. Por isso, se estiver a ponderar plantar uma árvore no seu jardim, o melhor é antes reflectir sobre os seguintes pontos.

Considerações práticas

Há muitos fatores a ter em consideração ao escolher uma árvores para um pequenos jardins. Aqui estão alguns dos mais importantes:

  • Altura e extensão: Este é provavelmente o factor mais importante. Mesmo árvores ornamentais pequenas podem, ao longo do tempo, atingir uma altura de 6-8 metros ou mais. Se isso é muito, considere uma destas que raramente aumentam muito em altura ou escolher um grande arbusto. Se propagação é um problema, como em uma área muito restrita, considere uma árvore de coluna, como estes não se espalhar de forma apreciável;
  • Estação de interesse: para garantir que a sua árvore tenha um crescimento adequado,  é importante pensar no tempo de florescimento, folhagem, frutas e casca. Se você só tem espaço para uma árvore idealmente dever escolher um com mais de uma temporada de interesse, como frutas ou flores;
  • Árvores sempre-vivas e árvores não perenes: ambos os tipos de árvores têm suas vantagens. O óbvio que para as sempre-vivas são as que mantêm as suas folhas durante todo o ano. Mas muitas árvores não perenes fornecem folhas de cores bonitas no outono e que não acontecem com as árvores verdes;
  • Árvores para locais específicos: também fornecemos os seguintes perfis para ajudar com o cultivo de árvores em recipientes e árvores para solos húmidos;
  • Árvores e edifícios: muitas pessoas se preocupam em plantar uma árvore perto de uma propriedade, e pode haver riscos ao fazê-lo. Para mais informações veja nossas árvores perto do perfil de edifícios.

jardim-pequeno

Árvores para jardins pequenos

Para ajudá-lo a escolher, você pode achar útil visitar jardins. Nestes há uma boa variedade de árvores bem-estabelecidas e maduras. Assim poderá avaliar e apreciar as diferentes espécies. Deste modo, só porque o seu jardim é pequeno, não significa que não pode ter árvores.  Porém, é sempre essencial ter em conta a altura final. Mesmo as pequenas árvores ornamentais podem, ao longo do tempo, atingir uma altura de 6-7 m ou mais.


Encha a sua casa com plantas cheirosas

Existem muitas razões para cultivar plantas dentro de casa. Plantas cheirosas limpam o ar, suavizam e infundem a nossa decoração com a natureza. Assim como também, reduzem a quantidade de estresse que sentimos.

Há uma variedade imponente de cores e texturas de folhas para iluminar os nossos espíritos, mesmo nos dias de inverno mais curtos. Mas, isso não é tudo, se escolher com cuidado também enchem a casa com um cheiro agradável. Leia o nosso post para descobrir algumas das nossas plantas de interior perfumadas favoritas.

  • Gerânio Perfumado

Comece a explorar o mundo dos gerânios perfumados e, com certeza, ficará surpreso com a variedade de aromas que eles oferecem. Poderá escolher entre rosa, limão, lima, noz-moscada, gengibre, ou aromas de chocolate, só para citar alguns. Eles também apresentam uma gama encantadora de formas de folha, de laçado para escudo. E muitos têm uma folhagem macia que é tão divertida de tocar como de cheirar.

Gerânio Perfumado

O que ele precisa: os gerânios perfumados têm que crescer num ponto brilhante e protegido de correntes de ar. Deve regar com água e alimentar regularmente com alimento de uso geral de planta.

Dica de jardinagem: certifique-se que os seus gerânios têm acesso a abundância da luz. Se eles se tornam esguios, belisque-os de volta para incentivar o crescimento espesso.

  • Jasmim-Árabe

O jasmim-árabe floresce quase todo o ano se recebe suficiente luz. As flores estreladas, puras e brancas produzem uma fragrância suave e são usadas para fazer chá de jasmim.

Jasmim Árabe

O que ele precisa: cultive jasmim árabe num ponto brilhante protegido de correntes de ar e com humidade abundante. Regue com água regularmente e alimente-o na primavera e no verão com um fertilizante de uso geral.

Dica de jardinagem: jasmim árabe é uma videira arbustiva. Pode deixar as hastes crescerem muito tempo e treiná-las numa treliça ou crescer num montículo arqueado.

  • Plantas Cítricas

Você com certeza ficará apaixonado com o perfume doce da laranja, do limão, da uva ou de outras flores do citrino. A maioria destes são surpreendentemente fáceis de crescer, desde que lhes dê luz suficiente. Se é paciente, você pode até começar a desfrutar de frutos caseiros.

Plantas Cítricas

O que ele precisa: escolha um ponto brilhante protegido de correntes de ar e que forneça humidade abundante para o seu citrino. Regue com água regularmente e fertilize na primavera e no verão com um alimento de uso geral.

Dica de jardinagem: se você quer crescer sementes citrus, as suas plantas cheirosas podem levar muitos anos para florescer e provavelmente terão espinhos longos e afiados. A sua melhor aposta para citrinos como planta de casa é a compra de uma variedade conhecida.

  • Eucalipto

A maioria dos jardineiros não pensam do eucalipto como uma planta de casa. No entanto, esta árvore de fácil crescimento faz uma peça bonita dentro de casa num ponto de alta luz. Ele oferece folhagem azul-cinza com um aroma distinto quando você o esfregar.

Eucalipto

O que ele precisa: prospera num ponto brilhante e protegido de correntes de ar quente e frio. Regue com água regularmente durante todo o ano.

Dica de jardinagem: não tenha medo de podar o eucalipto para mantê-lo cheio e espesso. Caso contrário, pode acabar com uma planta que parece muito alta e dispersa.


Como fazer composto para cultivo?

É fácil muito fazer composto para cultivo em casa, já que este é ideal para melhorar o solo do seu jardim. Assim como, é uma ótima maneira de fazer reciclagem, reduzindo a quantidade de resíduos que de outra forma acabaria em aterros.

Primeiros Passos

A maneira mais fácil de começar a compostagem é investir num fabricante de adubo. A maioria dos recipientes de armazenamento têm dois tamanhos: 220 litros ou 330 litros. O melhor é comprar o maior que pode pagar e no seu jardim acomodar. Este irá encher-se mais rápido do que pensa!

Para obter melhores resultados, coloque o seu recipiente numa posição ensolarada e em solo bem drenado. Se isso não é uma opção, recipientes de plástico podem ser colocado em cimento ou superfícies duras. Para estes, basta colocar uma camada de solo sob o recipiente de compostagem.

Um pouco de lixo de cozinha ou de estrume colocado sobre a terra solta ajudará a atrair vermes e micro-organismos, o que ajudará a transformar o lixo do jardim em composto para cultivo.

Procedimento do Composto para Cultivo

Então o que pode colocar no recipiente? Cortes de relva são um bom começo juntamente com folhas. 

Cascas de vegetais e frutas também são perfeitas, assim como folhas de chá, borra de café e cascas de ovo. Pode até mesmo adicionar pequenas quantidades de papel e papelão macio, mas idealmente deve ser triturado ou esgaravatado.

Misture todos os ingredientes cuidadosamente, uma vez que, grandes quantidades de qualquer ingrediente podem retardar ou parar o processo de apodrecimento.

recipiente

Não Fazer

Alguns itens devem ser evitados. Nunca coloque resíduos de gato ou de cão no compartimento de compostagem. Assim como,  tenha cuidado para evitar introduzir objetos duros, como pedras ou pedaços de plástico.

Evite qualquer coisa tratada com produtos químicos, como a carne (cozida ou crua). Especialmente, já que isso pode atrair roedores e  se tornarem o recipiente na sua casa pode tornar-se numa dor de cabeça. Peixes e produtos lácteos também não são recomendados.

Resultado

O composto para cultivo está pronto quando o material na parte inferior é marrom e friável (levantar a aba para dar uma olhada).

No início da primavera ou no final do outono, escavá-lo no solo, onde ele vai agir como um fertilizante de liberação lenta. Ele pode ser usado como cobertura, como também para colocar a vários centímetros de profundidade na superfície do solo, para gradualmente liberar nutrientes para o solo. Também ajuda a prevenir as ervas daninhas de crescer.